segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

AFIRMAÇÃO PARA O PERDÃO DO AMOR DE JESUS CRISTO





AFIRMAÇÃO : COMO O PODER DO PERDÃO DE JESUS CRISTO TRABALHA

"O PERDÃO DO AMOR DE JESUS CRISTO AGORA ME LIBERTA DE CORPO, MENTE E NEGÓCIOS DE TODOS OS ERROS DO PASSADO E DO PRESENTE"

"O PERDÃO DO AMOR DE JESUS CRISTO AGORA ME LIBERTA DE TODOS OS ERROS FINANCEIROS DO PASSADO OU PRESENTE"

"CRISTO EM MIM PERDOA O CRISTO EM VOCÊ. O CRISTO EM VOCÊ PERDOA O CRISTO EM MIM. O CRISTO NESSE RELACIONAMENTO(SITUAÇÃO, CONDIÇÃO) É SEU PODER DE PERDÃO."

Você verá que essas afirmações feitas diariamente trarão paz e equilíbrio para você, melhoras em seus relacionamentos e inspiração para resolver problemas.

Abraço caloroso.
Alzira Maria

domingo, 20 de janeiro de 2019

INDO À FEIRA COM LUCY E ARI...QUE EXPERÊNCIA!

Estocolmo, 20/01/2019 

Passamos alguns dias em janeiro em São José dos Campos em SP, na casa da Lucy, minha irmã.
Dias maravilhosos .




Levantávamos antes das 6:00 pra caminharmos e na verdade acordávamos antes das 5:00. Voltávamos com o pão comprado pra encontrarmos Lucy com o café pronto. Ari comia o iogurte com maracujá e eu , mamão. Todos nós tomávamos café com pão.
Que maravilhamento saber que vamos nos encontrar no café, almoço, café da tarde e à noite, por vários dias. Amei.

Um dos programas foi ir comprar legumes e frutas na feira num bairro próximo. É um universo à parte e que eu amo. Estava pequena por ser janeiro, mas mesmo assim...
Tudo maravilhoso!
Uma das barracas era artisticamente organizada e fotografei.
Olha o tamanho das abóboras!
Usaram caixotes na vertical para arrumarem os legumes.
A estética da barraca chamava a atenção pelo cuidado com que tinha sido feita a arrumação. Dava pra sentiro carinho das pessoas pelo trabalho que fazem. Verdadeira vitrine de legumes!
E essa cor? Não compramos nada nessa barraca. Não sei porquê.
Que olhar para decoração!
Realmente belo.

Ari se realiza nesses programas que faz no Brasil e às vezes na Finlândia.

Gratidão, Senhor, por toda essa beleza e abundância.

Abraço colorido, Alzira Maria
 


sábado, 19 de janeiro de 2019

COZINHA BEM E NÃO CONSEGUE FAZER SALADAS??? VEJA AQUI ALGUNS PONTOS BÁSICOS...





Estocolmo, 19/01/2019

Conhece alguém que cozinha muito bem e se enrola nas ideias para salada? Eu conheço!

Não sei porque essas pessoas fazem um lombo assado muito bem, uma verdura refogada deliciosa, um pudim de nos tirar do sério e na hora de fazer uma "saladinha"(como dizem) se enrolam todas.

Será porque acreditam que as pessoas não gostam e não querem comer salada? Ou porque na família de origem dela, onde aprendeu os conceitos básicos da culinária, a salada era sempre algumas folhas de alface com uns tomates cortados acompanhando e ninguém falava nela quando se falava em aprender a cozinhar?


Se você tem dificuldade com as saladas,não desanime! Muita gente tem. Para aliviar um pouco, falamos hoje sobre alguns conceitos básicos que eu já aplico. Vamos lá.

CONCEITOS BÁSICOS PARA FAZER UMA BOA SALADA

1.Legumes/frutas frescos e saborosos
   Se possível, compre pequenas quantidades de cada para garantir isso

 2.Molhos simples
   Atualmente uso apenas sal e azeite no dia a dia, quando faço saladas simples. Quando faço uma receita especial, uso o molho da receita
3.Evite misturas até se sentir segura para fazê-las 

  Eu gosto muito de pepino em rodelas com sal e azeite, meu marido também. Fiz hoje
 Fomos ao supermercado e ele me perguntou: "Compramos cenoura?" Eu disse: "Poucas". Ele comprou.
Em casa imaginei que ele quisesse comer cenoura e sei que ele gosta dela crua. Eu também.
Ralei menos de uma cenoura pequena direto nesse pote. Procurei passas e não havia. Achei outra fruta seca, vermelha e pus na água fervendo pra amaciar.

Escorri a água e pus junto com a cenoura. Misturei e pus um pouco de sal. Mais nada. Sabor bem natural e leve.

Na minha experiência, se misturarmos as rodelas de pepino e a cenoura ralada não estamos fazendo uma salada. Estamos apenas misturando os dois vegetais.
A sensação que tenho é que os dois perdem juntos o vigor/sabor que tem separados.
Separados eles são mais atraentes. Experimentem e me contem!


 4.Traga para a mesa outros alimentos que complementarão a salada, aumentando o sabor dela
    Esses alimentos podem ser independentes da salada, não adicionados a ela, mas trazidos juntos à mesa para serem comidos junto com ela.
Por exemplo, uma geléia que combine ou hummus(pasta libanesa feita de grão de bico) ou um queijo ou banana da terra cozida

 No supermercado tinha tido vontade de comprar hummus. Procurei e achei com pimenta vermelha, com algo verde, com algo roxo. Continuei e achei o tradicional e comprei. Delicioso!
Peguei também um pão com fermento natural que leva queijo parmeson e nunca tinha visto. Quis experimentar e cantou com a salada e hummus.
Eu gosto de comer primeiro a salada e acompanhamentos e hoje amei todas as minhas escolhas.

 Se a mistura for feita no prato, cada um pode fazer a mistura de sua maneira.


Esses foram alguns conceitos básicos para iniciantes fazerem saladas no dia a dia. Com o tempo vão descobrir o que funciona para vocês.
Dúvidas quanto às ideias apresentadas? Divida-as comigo! Vamos falar sobre.

Querem saber o que foi nosso prato principal hoje? O chefe foi o Ari, meu marido. Olhaí nas fotos. Estava tudo muuuito bom!
 Saindo do forno
 Na travessa
 Na mesa   É truta!
 Batata assada como eu gosto: azeite, sal,erva,bem tostada e macia.

Gratidão, Senhor, por todas as maravilhas que Vós trazeis para a nossa vida!

Abraço caloroso,
Alzira Maria

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

ENQUANTO A FERNANDA NÃO VEM...

Foto: Alzira Boechat  Nascer do sol em Estocolmo 18/01/2019


Estocolmo,18/01/2019

Pela primeira vez dato um texto em 2019! Outro dia mesmo tínhamos medo do ano 2000 e agora estamos em 2019.

Mas o assunto hoje é outro. É a parada que dei já nem sei quando em 2018 para esperar que a Fernanda, minha amiga que gentilmente organizou esse blog onde posso exercer o ofício de escrevinhadora(Vargas Llosa que não me descubra!), organizasse a maneira automática de as pessoas saírem da minha lista, exigência das novas normas de segurança virtual na União Européia onde vivo. 

Pois bem, dito e combinado isso com Fernanda, ela apareceu algumas vezes, prometeu resolver esse problema e não conseguiu realizar a promessa.
Novamente em contato, resolveu reestruturar o blog e me mandou lindo projeto, que ficou só no papel porque não houve mais contato e nem realização.

Sei que ela é ocupada e tentei achar alguém que fizesse esse automático, mas não consegui...

Já brincaram de "seu lobo" com alguma criança? Eu já brinquei com várias da minha família.
Você fala "Seu lobo tá aí"? A criança te olha e você continua "Nããão"! "Tá tomando banho"! A criança te olha outra vez(já viu que é criança pequena, né?) e você diz então " Vão passear na floresta enquanto o seu lobo não vem"! e passeia com a criança repetindo essa última frase. Depois recomeça!

Hoje lembrei disso pensando na minha espera e sentindo que estava cansada, não de esperar pela Fernanda(ou pelo trem do Pedro Pedreiro do Chico Buarque; muito menos por Godot), mas de ficar sem escrever no meu blog ou mandar textos que me agradam porque isso é algo que eu amo fazer: alimentar meu blog e meus leitores!!!!!
Leitores que, modéstia à parte estão em vários países desse nosso planeta azul.

E decidi recomeçar sem a possibilidade de saírem automaticamente da minha lista, na inteira confiança de que me aparecerá um anjo com esse automático na mão que vai "cantar" no meu blog.Enquanto o anjo não vem, avisem-me respondendo ao email com link do blog com um grande NÃO se não quiserem receber os posts.
VIVA OS ANJOS!  VIVA A FERNANDA!

Dou a todos vocês as boas vindas de volta ao blog, antigos/as e novos/as leitores/as. Feliz 2019!

Abraço caloroso,
Alzira Maria

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

GENTE!!!!! A BRENDA JÁ VIROU DOUTORA! VIVA! VIVA! VIVA!

Olhaí o Mohamed, pai da formanda, nascido no Marrocos, vindo de NY, onde mora, para a festa.
Como eu, sempre se admira com a quantidade de frutas e legumes e com a qualidade deles. Uma abundância incrível!
Uma vez comeu muito mamão e o resultado não foi dos melhores!


 Passeando por Patos de Minas com os convidados.
À esquerda a Ana. Trabalhou com Margarerth, mãe da Brenda, em NY. Depois ficou nos USA e está bem lá e sempre agradecida.
Essa senhora é a avó marroquina que esteve pela primeira vez no Brasil para a festa.
O bom é que estiveram juntos em Patos antes da festa com tempo pra matarem as saudades. Fazia anos que não viam essa avó.
 Maravilhosa essa foto! Mohamed, Brenda, Ariela.
 A madrinha da formanda, Terezinha, sempre presente.
 A avó só fala árabe!


 

 Marli, que tem acompanhado várias gerações da família.
 Olha eu aí!


Já com o diploma da mão.
Que Deus abençoe a Brenda em suas escolhas profissionais e dê sempre coragem e inspiração no contato com as pessoas que a escolherem como médica.
Seja feliz, Brenda!
Abraço amoroso!
Alzira Maria

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

HOUVE UM TEMPO EM QUE...(JEFF FOSTER) EU E MEUS SENTIMENTOS, COMO ENTRAR EM CONTATO????



"Houve um tempo em que fugia do medo, então o medo me controlava.
Até que aprendi a segurar o medo como um recém-nascido.
ouvi-lo, mas não ceder. Honrá-lo, mas não o adorar.
O medo não podia mais me impedir.
Eu entrei com coragem na tempestade.
Ainda tenho medo,
mas ele não me tem.

Houve um tempo em que
eu tinha vergonha de quem eu era.
Eu convidei a vergonha para o meu coração.
Eu a deixei queimar.
Ela me disse: “Estou apenas tentando proteger sua vulnerabilidade “.
Eu agradeci à vergonha,
e entrei na vida de qualquer maneira,
sem vergonha, com a vergonha como minha amante.

Houve um tempo em que tive muita tristeza enterrada bem no fundo.
Eu a convidei para sair e brincar. Eu chorei oceanos. 
Os meus canais lacrimais estavam secos.
E eu encontrei a alegria ali mesmo.
Bem no centro da minha tristeza.
Foi o desgosto que me ensinou a amar.

Houve um tempo em que tinha ansiedade.
Uma mente que não parava.
Pensamentos que não silenciavam.
Então parei de tentar silenciá-los.
E eu larguei da mente
fui para a terra, para a lama.
Onde fui abraçado fortemente como uma árvore, inabalável, segura.

Houve um tempo em que a raiva queimou nas profundezas.
Eu chamei a raiva para a luz de mim mesmo.
Eu senti seu poder chocante.
Eu deixei meu coração bater e meu sangue ferver.
Escutei, finalmente.
E ela gritou: “Respeite-se ferozmente agora!”.
"Fale a sua verdade com paixão!”
“Diga não quando você quer dizer não!”
“Ande o seu caminho com coragem!”
“Que ninguém fale por você!”
A raiva se tornou uma amiga sincera.
Um guia sincero
Uma linda criança selvagem.

Houve um tempo em que a solidão cortou profundamente.
Eu tentei me distrair e me entorpecer.
Corri para pessoas, lugares e coisas.
Até fingi que estava “feliz”. Mas logo eu não pude correr mais.
E eu caí no coração da solidão.
E eu morri e renasci
em uma requintada solitude e quietude.
Isso me conectou a todas as coisas.
Então eu não estava em solidão, mas sozinho com toda a vida.
Meu coração Um com todos os outros corações.

Houve um tempo em que fugia de sentimentos difíceis.
Agora, eles são meus conselheiros, confidentes, amigos,
e todos eles têm um lar em mim e todos eles pertencem e têm dignidade.
Eu sou sensível, suave, frágil, meus braços envolveram todos os meus filhos internos.
E na minha sensibilidade, poder.
Na minha fragilidade, uma presença inabalável.

Nas profundezas das minhas feridas
No que eu tinha chamado de “escuridão”,
Eu encontrei uma luz ardente. Isso me guia agora em batalha."

Jeff Foster


Enviado por Regina Scheer